De cada três estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental de MS, um participa do Agrinho

07/10/2019

De cada três estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental de MS, um participa do Agrinho

Mato Grosso do Sul tem cerca de 404 mil estudantes cursando entre o 1º e o 9º ano do ensino fundamental, segundo dados do mais recente Censo Escolar divulgado pelo Ministério da Educação. Desse total, em 2019, pelo menos 150 mil vão participar das atividades do programa Agrinho do Senar/MS. Isso representa 37% do total, o equivalente a um de cada três estudantes dessa etapa escolar. Este é o tema especial do Mercado Agropecuário dessa segunda-feira (07), que fala sobre o maior programa de responsabilidade social do Senar/MS.

O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, comenta que o programa é a maior iniciativa de responsabilidade social do Sistema Famasul e Senar/MS. “Neste ano, estaremos presentes com o Agrinho em 72 dos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. Vão ser atendidos alunos de 472 escolas das redes públicas de ensino; e para ministrar o conteúdo do programa capacitamos aproximadamente 10 mil professores”.

O superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan, lembra que o programa visa despertar a consciência da cidadania dos participantes por meio da discussão de temas transversais no dia a dia das escolas, tendo como linhas condutoras a ética e a sustentabilidade, sempre com foco na conexão campo-cidade. Ele ressalta que a edição deste ano tem uma novidade para os educadores.

“Este ano disponibilizamos uma plataforma de Ensino à Distância (EaD) para a formação de professores nos municípios onde o programa já havia sido implantado em anos anteriores. Essa ação possibilita maior autonomia ao educador, possibilitando que ele tenha uma maior flexibilidade de horários e também de local para iniciar e finalizar a capacitação”.

Uma das principais ações do programa é o Concurso Agrinho. A iniciativa visa premiar os cinco melhores trabalhos em quatro categorias. Para alunos, Desenho e Redação. Para estudantes e professores, a Experiência Pedagógica e para os colégios a Escola Agrinho, em que são avaliadas as ações desenvolvidas pelas unidades escolares para melhorar a sua realidade, além de comportamentos e atitudes que envolvem toda a comunidade.

Em 2019, o Concurso Agrinho tem como tema: A Tecnologia no Campo Conectada com a Cidade. “A ideia é apresentar aos futuros gestores e alunos as inovações tecnológicas amplamente implantadas no agro e que alcançam todas as cadeias produtivas. A abordagem permite a difusão dos resultados alcançados com a contribuição da ciência e das novas ferramentas, entre eles o aumento da produtividade, a sustentabilidade, o atendimento à demanda por alimentos, a preservação do meio ambiente, emprego, conhecimento, entre outros fatores”, explicou a coordenadora do programa, Maria Clara Del Puente.

Maria Clara alerta aos estudantes e escolas que o período para inscrição dos trabalhos no concurso e para o envio dos materiais vai de 5 de agosto até 13 de setembro. “Entre os dias 16 de setembro e 25 de outubro faremos a avaliação dos trabalhos enviados pelas escolas e os alunos e no dia 1º de novembro devemos fazer a divulgação do resultado do concurso Agrinho”.

A coordenadora adianta que a primeira quinzena de novembro deve ser dedicada à organização das caravanas de alunos, professores e diretores das escolas, para a realização da cerimônia de premiação e de encerramento do programa em 2019, que vai ocorrer no mês de dezembro, em Campo Grande.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as semanas uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul


Voltar

Programas e Projetos


Mais projetos

Facebook


Instagram


Siga-nos no Instagram!

Twitter

Siga-nos no Twitter!