Senar/MS promove I Encontro de Equoterapia em Campo Grande

Evento é realizado no auditório da Famasul e reúne profissionais dos Centros de Equoterapia de MS

19/09/2018

Senar/MS promove I Encontro de Equoterapia em Campo Grande

O Senar/MS – Serviço Nacional de Aprendizagem Rural realiza, nessa quarta-feira (19), o I Encontro de Equoterapia de MS.  O evento é realizado na sede do Sistema Famasul - Federação da Agricultura e Pecuária de MS, com a presença de equipes técnicas de todos os centros já instalados, como também os responsáveis pelos novos polos do Programa Passo a Passo.

O evento acontece durante todo o dia. No período vespertino, os participantes farão uma visita técnica ao Centro de Equoterapia da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, na Capital.

“Essa é uma oportunidade de conhecimento e uniformização das ações dos projetos de equoterapia de Mato Grosso do Sul. Com certeza, virão outros eventos de alinhamento e trocas de experiências para que, por meio dessa iniciativa de responsabilidade social, possamos incentivar a melhoria de vida e transformação dessas pessoas que são beneficiadas com esses atendimentos”, declarou, na abertura do evento, o superintendente do Senar/MS, Lucas Galvan.

Segundo o coordenador do programa do Senar/MS, Raul Roa, o objetivo é a interação e a criação das estratégias futuras. “Este é o momento certo para reunirmos as equipes de vários municípios, com realidades distintas, visando reforçar a importância desse projeto. Logo serão seis unidades em atividade no estado e, para 2019, outros sindicatos rurais já demonstraram interesse”.

Roa explica que o sindicato rural é o gestor do local e o Senar/MS entra com o apoio técnico, dando auxílio para capacitação dos profissionais que vão atuar com a prática, além de ofertar o material que cada praticante utiliza, que são cela, silhão, manta e capacete.

A equoterapia é um método terapêutico e educacional que utiliza o cavalo, dentro de uma abordagem interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiência e/ou necessidades especiais.

Hoje existem quatro núcleos nos municípios de Jardim, Aparecida do Taboado, Rio Brilhante e Maracaju, o último a ser inaugurado em novembro passado.

A gerente do sindicato e coordenadora do Passo a Passo de Maracaju, Cláudia Nogueira, afirmou: “Para nós é uma satisfação contar com esse projeto do nosso sindicato rural e estamos com 95% das vagas preenchidas, além de uma lista de espera. Logo teremos os primeiros pacientes com alta do tratamento. Acreditamos no potencial da reabilitação por meio dessa terapia complementar”, afirma.

Assim como Aquidauana, o Sindicato Rural de Angélica será o próximo a implantar a iniciativa no município. “Já fizemos todo o levantamento para instalação e manutenção da equoterapia e, por agora, faremos os atendimentos na sede da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), tanto para os alunos quanto para o restante da comunidade. Logo estaremos com o picadeiro dentro da nossa estrutura e poderemos aumentar as vagas”, disse o presidente da entidade, Antônio Gesuatto.

Estiveram presentes na solenidade de abertura o diretor-tesoureiro do Sistema Famasul, Marcelo Bertoni; a diretora-técnica, Mariana Urt; o presidente do Sindicato Rural de Aparecida do Taboado, Eduardo Sanchez; o presidente do Centro de Equoterapia  Passo a Passo de Jardim, Paulo Bózoli; e o coordenador do Departamento Técnico do Sistema Famasul, Justino Mendes.

 

Fonte: Assessoria de Comunicação Sistema Famasul - Rodrigo Corrêa


Voltar

Programas e Projetos


Mais projetos

Facebook


Instagram


Siga-nos no Instagram!

Twitter

Siga-nos no Twitter!